Alessandra Barichello Boskovic

Trabalhista

Graduada em Direito e especialista em Direito do Trabalho pelo Centro Universitário Curitiba (UniCuritiba). Mestre e Doutora em Direito pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR).

São Paulo

Outras qualificações

Professora dos cursos de Pós-Graduação em Direito do Trabalho da Academia Brasileira de Direito Constitucional (ABDConst) e da Escola da Magistratura do Trabalho da 9ª Região (EMATRA-9).

Pesquisadora integrante do Grupo de Estudos de Direito Contemporâneo do Trabalho e da Seguridade Social, na Universidade de São Paulo (GETRAB-USP).

Membro do conselho de relações trabalhistas da Associação Comercial do Paraná (ACP).

Estágio de doutoramento na Fordham University School of Law, em Nova York, Estados Unidos.

 

Reconhecimentos recentes

Professora homenageada pelos formandos em Direito da Universidade Positivo (2º semestre de 2018).

Professora homenageada pelos formandos em Direito da Universidade Positivo (1º semestre de 2018).

Professora homenageada pelos formandos em Direito da Universidade Positivo (2º semestre de 2017).

Professora homenageada pelos formandos em Direito da Universidade Positivo (1º semestre de 2017).

Professora homenageada pelos formandos em Direito da Universidade Positivo (2º semestre de 2016).

Professora homenageada pelos formandos em Direito da Universidade Positivo (1º semestre de 2016).

Professora escolhida como Nome de turma pelos formandos em Direito da Universidade Positivo (2º semestre de 2015).

Patronesse dos formandos em Direito da Universidade Positivo (1º semestre de 2015).

Experiência no exterior

Corso di alta formazione in diritto del lavoro (Università degli Studi di Roma La Sapienza, Roma, Itália).

Winter Institute (Fordham University School of Law, Nova York, Estados Unidos).

Associações

Ordem dos Advogados do Brasil (OAB)

Integrou as comissões de Direito do Trabalho e de Direito Sindical da OAB-PR.

Publicações

A reforma sindical pressupõe o enfrentamento da unicidade sindical.
Gazeta do Povo, Curitiba, p. 3 – 3, 25 mar. 2019.
https://www.gazetadopovo.com.br/opiniao/artigos/a-reforma-sindical-pressupoe-o-enfrentamento-da-unicidade-sindical-3krfro1fkfsofvg1amgsw6khk/

Brumadinho: indenizações por danos morais no maior acidente do trabalho da história.
Estadão, 21 fev. 2019.
https://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/brumadinho-indenizacoes-por-danos-morais-no-maior-acidente-do-trabalho-da-historia/

Brumadinho: indenizações acidentárias e a inaplicabilidade do teto fixado pelo art. 223-G da CLT para os danos extrapatrimoniais.
Revista Eletrônica – Tribunal Regional do Trabalho do Paraná, v. 8, p. 124-133, 2019.
http://www.mflip.com.br/pub/escolajudicial/?numero=76&edicao=11042#page/124

Os empregados ‘hipersuficientes’ e a flexibilização do princípio da irrenunciabilidade dos direitos trabalhistas.
REVISTA DE DIREITO DO TRABALHO (SÃO PAULO), v. 201, p. 63-81, 2019.

A proteção justrabalhista das profissões regulamentadas.
Gazeta do Povo, Curitiba, p. 3 – 3, 10 fev. 2017.
https://www.gazetadopovo.com.br/opiniao/artigos/a-protecao-justrabalhista-das-profissoes-regulamentadas-2dsavx4n3b57m73lkjzjyjs13/