Matéria

Pesquisa do Insper identificou medidas tributárias adotadas por 43 países durante a crise

3 de abril de 2020

Matéria publicada pelo G1, portal de notícias da Globo, traz o apontamento da pesquisa realizada por Breno Vasconcelos, Thais Veiga Shingai e Letícia Sugahara, todos de nossa equipe tributária, e Lorreine Messias, sob a coordenação de Vanessa Canado, no Núcleo de Tributação do Insper.

A pesquisa identificou e analisou as medidas tributárias adotadas pelos países em resposta aos efeitos na economia da Covid-19, com o objetivo de reduzir os impactos na economia. De acordo com o levantamento, metade das 166 medidas adotadas por 43 países foram para “diferimento”, ou seja, adiamento da data para pagamento de tributos. Em 15,7% dos casos, foi feita redução da carga tributária.

Para Breno, o governo brasileiro está sendo “tímido” no campo tributário, quando comparado aos outros países. Entre as medidas, Breno observa que o adiamento do pagamento do PIS/Confins e da contribuição providenciaria sobre folha de pagamentos, por dois meses, anunciado esta semana, precisa ser implementado com urgência, pois a crise é grave.

Confira todas as medidas tributárias adotadas pelo Brasil e outros países na matéria do repórter Alexandro Martello em: https://g1.globo.com/economia/noticia/2020/04/02/coronavirus-43-paises-adotam-166-medidas-tributarias-mostra-levantamento-do-insper.ghtml