Matéria

Como taxar os serviços digitais na reforma tributária?

15 de outubro de 2019

Em entrevista ao Portal Exame, Breno Vasconcelos, sócio da nossa área tributária, defende a criação de um tributo nos moldes do IVA para taxar os serviços digitais como Netflix e Spotify. Em meio ao debate sobre a reforma tributária, nenhuma das propostas em tramitação no Congresso Nacional prevê alternativas específicas para a economia digital.

Segundo Breno, com a importação do modelo IVA, o Brasil, que tem um dos sistemas tributários mais complexos do mundo, resolveria em grande parte as questões da economia digital. “O sistema atual é um gerador de insegurança para o setor digital, que tem como característica a multiplicidade de entes como competência para tributar”.

Usado na maior parte dos países desenvolvidos, o IVA define a cobrança no destino, ou seja, onde o bem é consumido, e trata de todos os bens e serviços a serem consumidos da mesma maneira.

Confira a matéria em: https://exame.abril.com.br/economia/reforma-levanta-dilema-como-tributar-servicos-como-spotify-e-netflix/