Matéria

Freio nas aventuras processuais reduz número de processos trabalhistas

10 de janeiro de 2020

Em declaração à Conjur, Nelson Mannrich, Professor Titular da USP e sócio de nossa área trabalhista, apresentou sua visão a respeito da queda, em 32%, do número de ações trabalhistas.

Segundo Professor Nelson, a sucumbência freou as aventuras processuais, decorrentes da falta de ética de alguns colegas que se valiam da gratuidade e cometiam excessos de toda ordem.

Para acessar a íntegra da matéria, clique no link: https://www.conjur.com.br/2020-jan-06/custas-perdedor-derrubam-novas-acoes-trabalhistas