Matéria

Cyberbullying avança entre estudantes na quarentena

24 de agosto de 2020

Consequência do isolamento provocado pela pandemia do novo coronavírus, o fenômeno da hiperconexão atingiu milhões de estudantes no mundo todo. Com ela, comportamentos inadequados também vêm sendo observados.

Em reportagem publicada na última sexta-feira (21), a Revista Veja investigou o aumento dos episódios de bullying virtual entre estudantes, com tristes depoimentos de vítimas dessas ocorrências. Em entrevista à publicação, Marco Antonio Sabino, sócio de nossa área de Mídia e Internet, apontou o potencial tóxico das redes em virtude de seu efeito multiplicador.

Sabino destacou que a Internet permite que um mesmo conteúdo seja visto ao mesmo tempo de qualquer lugar com conexão, além de poder ser compartilhado infinitas vezes. Diante do aumento dos episódios de cyberbullying, o sócio de nossa área de Mídia e Internet ressaltou ainda a importância da prevenção e do olhar atendo de pais e escolas, além de respostas às agressões.

Leia a reportagem na íntegra em: https://bit.ly/3gszxGu